Trabalhador prefere metrô na avenida Angélica; morador, no Pacaembu, revela pesquisa

Do UOL Notícias
Em São Paulo

  • Esquina da avenida Angélica com a rua SergipeEsquina da avenida Angélica com a rua Sergipe

Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (17) pelo jornal Folha de S.Paulo revela que trabalhadores e moradores que frequentam ou vivem em Higienópolis, na região central de São Paulo, têm preferências distintas sobre onde deveria ser construída uma estação de metrô no bairro, no entanto, a maioria dos frequentadores da região concordaria com a construção da estação na avenida Angélica.

Para 83% dos trabalhadores, a nova estação deveria ficar na esquina entre a avenida Angélica e a rua Sergipe, onde há maior volume de pessoas e por onde passam várias linhas de ônibus. Entre os moradores, 66% consideram que a melhor alternativa seria nas cercanias do estádio do Pacaembu, região mais distante dos prédios residenciais e comerciais do bairro. Mas a maioria quer o metrô em Higienópolis –entre os moradores, 57% o aprovaria mesmo se o local escolhido fosse a avenida Angélica.

A pesquisa também repartiu o bairro em quatro zonas distintas. O resultado mostra que o percentual geral dos moradores que querem o metrô no bairro (70%) cai significativamente quando questionados se aprovariam uma estação no quarteirão de casa. Na média dos moradores, 51% aprovariam o metrô no mesmo quarteirão onde moram. Mas 43% colocam-se totalmente contrários. Ainda no caso dos moradores, só uma minoria (46%) aprovaria a construção de uma estação na praça Vilaboim, no coração do bairro.

Já entre os trabalhadores da região, a maioria aprova a chegada do metrô a Higienópolis independente das opções apresentadas (av. Angélica, estádio do Pacaembu e Vilaboim). A segunda preferência desse grupo (depois da av. Angélica, com 83%) é a praça Vilaboim (64%). Mas 57% dos trabalhadores responderam que aprovariam se a estação ficasse no Pacaembu.

A pesquisa foi realizada entre domingo e segunda-feira com 360 trabalhadores e 386 moradores do bairro. A margem de erro do levantamento é de cinco pontos percentuais, para mais ou para menos.

A decisão do Metrô de São Paulo de desistir da construção de uma estação do coletivo na avenida Angélica provocou uma onda de protestos virtuais e levou cerca de 600 pessoas, segundo a Polícia Militar, a se manifestar pelas ruas do bairro no último sábado (14). O Metrô alega critérios técnicos para a mudança do local e cogita outras áreas. A decisão ocorreu depois que uma associação de moradores de Higienópolis recolheu 3.500 assinaturas contra a estação na Angélica e disseram temer a chegada de camelôs e outros problemas à região.

Fonte: UOL.com.br

“UOL Notícias | Cotidiano” – Publicado em 17/05/2011 às 09h12

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s