Metroviários desistem de greve nesta quarta-feira (01/06); nova assembleia acontece na quinta (02/06)

Janaina Garcia*
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Em uma decisão que rendeu aplausos e xingamentos, representantes do Sindicato dos Metroviários do Estado de São Paulo decidiram retirar, nesta terça-feira (31), a proposta de votação de greve aos trabalhadores do metrô de São Paulo. A medida foi tomada após, em uma prévia da escolha por parte da assembleia –que reúne, nesta noite, pouco mais de 1.200 pessoas na sede da entidade, no Tatuapé (zona leste) –, os sindicalistas apontarem “falta de unidade” entre a categoria.

A decisão sobre greve, no entanto, foi adiada para uma nova assembleia – a ser realizada na próxima quinta (2).

A assembleia estava marcada para as 18h30, mas atrasou em função de uma reunião de diretores do sindicato sobre as propostas apresentadas à tarde pelo Metrô. A categoria reivindica reajuste de 10,79% conforme o IGPM. O Metrô apresentou hoje a sugestão de 1,3% de aumento real acrescido ao reajuste de 6,39% sugeridos a partir do cálculo IPC-Fipe –ou seja, aumento de 7,77% sobre os salários atuais.

Há outros pontos da pauta em negociação, tais como vale alimentação que, de atuais R$ 100, a empresa propõe reajuste de 50%. Os funcionários pedem aumento para pouco mais de R$ 311. Em caso de descumprimento da decisão do TRT, frisaram os sindicalistas na assembleia, a multa diária é de R$ 100 mil a ser convertida a hospitais da cidade.

Pouco após as 20h, com a assembleia já em andamento, os representantes do sindicato anunciaram ter recebido, naquele momento, fax remetido pelo presidente do Metrô, Sérgio Avelleda, com nova proposta de reajuste –8%, ou 0,23% a mais que o sugerido anteriormente.

As manifestações foram unânimes: o avanço havia sido ínfimo, insuficiente para barrar eventual decisão de greve. Representantes do sindicato, no entanto, alertaram para os “riscos” de não se aceitar a proposta — mas foram abafados pelos gritos de greve.

Nota oficial

Em nota publicada nesta tarde — a última havia sido divulgada na quinta-feira (26) –, o Metrô informou que, além da proposta de reajuste salarial, ofereceu também o reajuste de 50% no vale alimentação mensal –para R$ 150. Já no caso de metroviários que moram fora da cidade de São Paulo, a empresa prometeu auxílio-transporte e, aos demais, a ampliação do auxílio-creche, agora também para filhos com deficiência, sem limite de idade. Outra iniciativa foi a ampliação no tempo da licença maternidade, também proposta de quatro para seis meses.

“Dentre os itens negociados está a nova PLR –Participação nos Lucros e Resultados, que será equivalente a um salário extra, o 14º salário, concedida aos empregados mediante cumprimento de metas estabelecidas pela companhia. A proposta do Metrô foi acatada pelo TRT e consolidada pelo Ministério Público Estadual, que a considerou extremamente razoável para o fechamento de acordo”, diz trecho da nota oficial.

CPTM e Sabesp

Em assembleias no início da noite desta terça-feira, trabalhadores da Sabesp e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) decidiram entrar em greve a partir de quarta-feira (1º).

De acordo com o Sintaema (Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo), foram feitas cinco rodadas de negociação com a Sabesp. Nesta quarta será realizada uma nova assembleia para avaliar o movimento de greve. A categoria pede aumento de 7,33%, mas foi oferecido 6,39%. Por meio de nota, o sindicato informou que manterá plantões para garantir o abastecimento de água e que os serviços essenciais não serão afetados.

*Com Folha.com

Fonte: UOL.com.br

“UOL Notícias | Cotidiano” – Publicado em 31/05/2011 às 21h

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s