Greve dos bancários: 4.000 agências e escritórios pararam, segundo sindicato

Maria Carolina Abe
Do UOL Economia, em São Paulo

Bancários entram em greve e reivindicam reajuste salarial

Foto 1 de 21 – Os bancários decidiram entrar em greve nacional por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (27). A paralisação atingirá bancos públicos e privados.A Fenaban propôs um reajuste de 8%, sendo 0,56% de aumento real –a inflação registrada no período foi de 7,4%. Os bancários consideram a nova proposta insuficiente e pedem aumento real de 5% Mais Elisa Rodrigues/Futura Press

A greve dos bancários deixou, nesta terça-feira (27), 4.191 agências e centros administrativos de portas fechadas em 25 Estados e no Distrito Federal, segundo levantamento parcial da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Bancários de quase todo Brasil iniciam greve nesta 3ª

Os bancários decidiram entrar em greve nacional por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (27). A paralisação atinge bancos públicos e privados, e o único Estado sem greve seria Roraima, de acordo com os trabalhadores.

A assessoria de imprensa da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) disse que a entidade não tem dados sobre o número de trabalhadores que aderiram à paralisação. Em nota, a entidade classificou a paralisação de “totalmente injustificada” e disse estar aberta a novas negociações em busca de solucionar o impasse.

Na região de São Paulo, 687 agências e centros administrativosnão funcionaram e 21,1 mil trabalhadores cruzaram os braços, segundo dados do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região.

Os bancários entraram em greve após a quinta rodada de negociações com a Fenaban, na última sexta-feira (23), em São Paulo. A decisão de parar foi ratificada em assembleias na noite de segunda-feira.

A Fenaban propôs um reajuste de 8%, sendo 0,56% de aumento real –a inflação registrada no período foi de 7,4%. Os bancários consideram a nova proposta insuficiente e pedem aumento real de 5%.

O sindicato defende que os bancos têm condições de atender às reivindicações dos bancários, principalmente por conta do lucro líquido de R$ 60 bilhões que atingiram apenas no primeiro semestre deste ano.

O que a Fenabran oferece

Segundo a Fenaban, foi feita uma proposta de reajuste de 8%, corrigindo salários, pisos, benefícios e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) a partir de 1º de setembro de 2011. O acordo garantiria uma correção acima da inflação pelo oitavo ano consecutivo.

A proposta prevê aumentar para R$ 1.845,77 o piso salarial para a função de caixa, para jornadas de seis horas.

O auxílio refeição subiria para R$19,60 por dia. A cesta alimentação, para R$ 336 por mês, além da 13ª cesta no mesmo valor. O auxílio creche mensal seria de R$ 282,24 por filho até 6 anos de idade.

Para a PLR, a distribuição prevista pela Fenaban é de 5% a 13% do lucro líquido, podendo chegar a 2,2 salários de cada empregado, mais o pagamento de uma parcela adicional de 2% do lucro líquido, distribuído de forma linear a todos os funcionários.

Os limites em valor da PLR também seriam reajustados pelo mesmo índice do salário (8%). Para a função de caixa, a PLR poderia chegar a quase quatro salários e, no caso do escriturário, ultrapassar os quatro salários.

O que os bancários querem

O reajuste salarial que os bancários querem é de 12,8%, o que corresponde a um aumento real de 5%. Também lutam por participações maiores nos resultados e lucros.

Querem ainda valorização dos pisos, vales refeição e alimentação no valor de um salário mínimo de R$ 545. Mais contratações, saúde e segurança ainda fazem parte das reivindicações.

Fonte: Infomoney

“UOL Notícias | Economia” – Publicado em 27/09/2011 às 20h04

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s