Presidente do MAC é acusado de agredir verbalmente cinco funcionárias

Bíscaro teria se dirigido a elas após uma audiência trabalhista onde não houve acordo

 

Marília, SP, 03 (AFI) – O folclórico presidente do MAC, Hely Bíscaro, teria se envolvido em mais uma de suas trapalhadas. Se dentro de campo a coisa não anda boa (o MAC foi rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro), fora de campo as coisas estão piores ainda. Seis ex-funcionárias, entre cozinheiras, auxiliares e lavandeiras, teriam sido alvo de xingamentos do atual presidente após uma audiência.

Segundo o jornal Diário de Marília, as funcionárias foram demitidas em maio deste ano e foram à audiência para tentar um acordo com o clube, já que foram dispensadas sem receber nada pela demissão e teriam quatro meses de salários atrasados. Após a audiência não conseguir um acordo entre as partes, Bíscaro teria ofendido as ex-funcionárias fora do Fórum. O presidente teria dito que as funcionárias “Acharam que iriam fazer daquilo (o clube) um p… eu preciso de funcionárias, não preciso de p…”

Segundo informações, foi feito um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher acusando o presidente de crime de injúria pela difamação moral sofrida. Marília Garcia, 32 anos, auxiliar de cozinha, afirmou que “esse homem (Hely Bíscaro) não possui limites, nada o contém”. A cozinheira Cirlei Costa, de 45 anos, trabalhou no clube por 10 anos e afirmou que além dos quatro meses de salários atrasados e de não receberem nenhum acordo pela demissão, o presidente fica com a carteira trabalhista das ex-funcionárias.

“Além de não pagar, ele fica com minha carteira presa. Ele descontava INSS da gente e não repassava, agora estou com problemas de saúde e não tenho direito ao benefício”.

Essa não é a primeira polêmica de Hely Bíscaro. Na mais recente, seu filho Rafael Bíscaro teria agredido um torcedor que caiu da arquibancada e bateu a costela. Sendo atendido, um jornalista se aproximou da confusão e teria sido igualmente agredido.

Outro lado
O Portal Futebol Interior entrou em contato direto com o presidente do Marília para ouvir sua versão sobre o caso. Logo quando questionado sobre o acontecido, Hely Bíscaro desviou o assunto.

“Olha, estamos treinando para Taça São Paulo há 30 dias, não tenho tempo para discutir picuinhas. Assumi o clube no dia 5 de Abril atolado em dívidas e não vou me preocupar com denúncias vazias. É tudo mentira”, afirmou o presidente.

Questionado sobre o tom dos xingamentos, o presidente mudou de ideia e resolveu falar. Bíscaro insinuou que as denúncias seriam puramente políticas, já que se trata de um político importante na cidade de Marília, mas garantiu que, mesmo afirmando estar 100% certo, não entraria com processo contra ninguém.

“Como sou político, sempre vão aparecer denúncias assim. É só pesquisar, é uma mentira atrás da outra, só sujeira. O que posso fazer? Não vou perder meu tempo processando um ou outro. É tudo malandro. Malandro, malandro, malandro”, finalizou Bíscaro.

Fonte: FutebolInterior.com.br

“FI – Futebol Interior” – Publicado em 03/10/2011 às 22h12

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s