Sindicato e Metrô de SP negociam reajuste na Justiça do Trabalho

TALITA BEDINELLI

DE SÃO PAULO

Os metroviários de São Paulo aguardam negociações entre a categoria e o Metrô para definir se a greve que paralisa parte de três linhas continua ou não. Uma assembleia foi convocada para as 12h deste quarta-feira, mas no mesmo horário começou uma reunião de conciliação na Justiça do Trabalho.

Na reunião, que ocorre no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), a Justiça do Trabalho reforçou a proposta de reajuste salarial feita ontem: correção medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumindor) e mais 1,5% de aumento real.

A proposta do Metrô era uma correção de 4,15% e aumento real de 1,5%, enquanto os funcionários queriam correção de 5,37% e aumento de 14,99%.

Por volta das 13h30, as duas partes ainda discutiam as propostas. O único acordo até o horário era em relação aos vales: vale-alimentação de R$ 218, vale-refeição de R$ 23. Além disso, foi acordado um adicional de periculosidade de 15% para algumas funções.

Fonte: Folha.com

“Folha Cotidiano” – Publicado em 23/05/2012  às 13h36

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s