Operário que monta iPhone trabalha mais de 10 horas por dia – e não pode ter tatuagens

Bruno Garattoni

Fábrica da Pegatron, em Xangai (foto China Labor Watch)

Os operários da Pegatron, empresa chinesa que fabrica iPhones para a Apple, estão sujeitos a uma série de regras pouco usuais. Eles precisam ter pelo menos 1,50 metro de altura, no máximo 35 anos de idade, e não podem ter tatuagens no corpo (para descobrir disso, a fábrica exige que o operário tire a camisa antes de ser contratado). A descoberta é da ONG China Labor Watch, que também revelou outras práticas questionáveis. A fábrica não contrata chineses de etnia tibetana, hui ou uigur, não dá licença-maternidade para mães solteiras, e obriga os funcionários a fazer hora extra (a jornada média é de 10,5 horas por dia).

Não é a primeira vez que o assunto gera polêmica. Em 2011, a própria Apple constatou que havia menores de idade trabalhando em seus produtos. Em 2010, houve 14 suicídios na Foxconn, fábrica chinesa que presta serviços a diversas empresas de tecnologia.

Fonte: Super.Abril.Com.Br

“Revista SuperInteressante” – Publicado em 29/07/2013 às 14h36

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s