68% dos profissionais de tecnologia ocupam postos em outras áreas

Ipea analisou mercado de profissionais de ciências e engenharias. Categoria apresenta maior taxa de emprego com carteira assinada.

Do G1, em São Paulo

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (18) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que os profissionais de ciências, tecnologia, engenharias e matemática (CTEM), estão entre os mais requisitados do mercado de trabalho e apresentam maior taxa de ocupação no em relação a outros profissionais de nível superior.

Apenas 2% dos profissionais não formados em ciências, tecnologia, engenharias e matemática ocupam postos de trabalho típicos desta área

Segundo o estudo, elaborado a partir dos dados do Censo Demográfico 2010, em média, 68% dos profissionais da área ocupam postos de trabalho que, a princípio, poderiam ser exercidos por profissionais com outras formações. Ou seja, somente 32% das pessoas com diploma nas áreas de CTEM estavam empregadas em ocupações diretamente relacionadas ao seu diploma.

Por outro lado, apenas 2% dos profissionais não formados em ciências, tecnologia, engenharias e matemática ocupam postos de trabalho típicos desta área.

Segundo o Ipea, os profissionais de CTEM, especialmente os de engenharias e afins, são muito requisitados, por exemplo, pelo mercado financeiro, em atividades de ensino e em gestão de políticas públicas.

\”Esta realidade é natural, tendo-se em vista que a formação em carreiras como engenharia, matemática e física permite desempenhar atividades de gestão e tantas outras não necessariamente associadas a competências técnicas específicas trabalhadas em seus

cursos superiores. Ressalte-se, contudo, que esta tendência parece ser intensificada no Brasil pelo fato de seu mercado formal de trabalho ser pouco intensivo em funções típicas de CTEM\”, diz o estudo.

Os profissionais da área de CTEM representam cerca de 18% dos trabalhadores com diploma de nível superior no país.

Segundo o Ipea, a atividade de construção é a que concentra maior proporção de profissionais formados em CTEM (59%). Outros setores com grande participação de mão de obra da área são: indústria extrativa (47%), atividade de informação e comunicação (43%), setor de eletricidade e gás (41%), agropecuária (39%), setor de água e esgotos (36%) e a indústria de transformação (30%).

A pesquisa informa ainda que as taxas de ocupação das pessoas com nível superior nestas áreas são maiores que as do restante da população adulta: 97,4% ante a média de 97,1% entre as pessoas com nível superior.

Os profissionais de CTEM acessam, porém, mais os postos de trabalho com carteira assinada: 55% estão nesta condição, contra 48% dos demais profissionais de nível superior. A categoria também émnos sujeita à informalidade: 7% deles são empregados sem carteira assinada, em comparação com os 9% dos demais profissionais de nível superior.

Os engenheiros e demais profissionais da área de CTEM também são mais empregadores que os profissionais de outras áreas (6% contra 5%). Por outro lado, não se sobressaem em atividades por conta própria (16% contra 17%).

\”Embora apenas 7% dos postos de trabalho ocupados por pessoas com nível superior no Brasil sejam típicos de funções diretamente relacionadas às áreas de CTEM, os  profissionais com diploma universitário nestas áreas conseguem um bom nível de inserção em ocupações típicas de sua formação\”, avalia o Ipea.

Fonte: G1 – 68% dos profissionais de tecnologia ocupam postos em outras áreas – notícias em Concursos e Emprego.

“G1 Concursos e Empregos” – Publicado em 18/12/2013  às 10h00

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s