Precariado e “proletaróides” – Uma nota metodológica

Blog da Boitempo

14.02.24_Giovanni Alves_Nota metodológica[Otto Dix, Die Skatspieler, 1920]

Por Giovanni Alves.

Temos utilizado os conceitos de precariado e “proletaróides” para caracterizar camadas sociais da classe do proletariado, personagens sociais predominantes (embora não exclusivas), de manifestações sociais no Brasil do neodesenvolvimentismo. Por isso, intitulamos as manifestações de junho de 2013 como “a revolta do precariado”; e os “rolezinhos” ocorridos em dezembro de 2013 e janeiro de 2014 como “a invasão dos proletaróides”. Na verdade, a utilização dos conceitos de precariado e “proletaróides” visa caracterizar (e dar visibilidade) a novos personagens sociais que se constituíram na era do neodesenvolvimentismo e que explicitam em si e para si contradições da ordem burguesa hipertardia no Brasil.

A função critica da ciência social comprometida com a crítica do capital é a de dar visibilidade concreta a novos processos, relações e estruturas sociais. É importante desvelar o novo no devir histórico-social. Entretanto, não se trata…

Ver o post original 3.118 mais palavras

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s