Brasil registra menor criação de vagas formais para junho desde 1998

Eduardo Cucolo, de Brasília

O Brasil registrou o menor saldo de criação de vagas de trabalho com carteira assinada para um mês de junho desde 1998.

Segundo o Ministério do Trabalho, em junho de 2014, foram geradas 25.363 novas vagas.

No primeiro semestre, foram 588.671 novos postos de trabalho formal. É o menor saldo para esse período do ano desde 2008 (397.936 vagas).

Os dados fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

O número de junho é a diferença entre 1,639 milhão de contratações e 1,614 milhão de desligamentos.

Nos dois casos, houve queda em relação ao mesmo período de 2013, mas as contrações caíram mais que as demissões.

TRANSFORMAÇÃO

A indústria de transformação foi novamente o setor que puxou a piora nos dados sobre o emprego formal, com fechamento de 28,6 mil postos no mês de junho, seguida pela construção civil (-12 mil) e o comércio (-7 mil).

Por outro lado, Agricultura e Serviços tiveram saldo positivo, respectivamente, de 41 mil e 31 mil.

No semestre, apenas o comércio cortou vagas (-58 mil).

Regionalmente, o Nordeste é a única região com saldo negativo na geração de emprego, com o fechamento de 24,4 mil vagas, principalmente em Pernambuco e Alagoas.

Os maiores crescimentos no emprego em relação ao final de 2013 foram o Centro-Oeste e Sul.

Fonte: Folha de S.Paulo 17/07/2014 – 15h36

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s